Han Wang

Domingo nós fomos à Han Wang. A demora do post se justifica pela falta de vontade de arrumar as fotos para mostrar.
Seguinte: Hanwang, cidade de 60 mil habitantes, fica a cerca de 30 km de Wenchuan, onde ocorreu o epicentro do terremoto de 2008 aqui na China. E aproximadamente 80km da cidade onde a gente está morando.
Pois então. No sábado 4 amigos nossos (3 chineses e um francês) nos convidaram para ir lá. De acordo com eles, a gente ia para ver um monumento, uma homenagem que foi feita aos mortos no terremoto. Só que a idéia de homenagem para eles é diferente da nossa. Chegando lá, tudo o que tinha era uma cidade fantasma, abandonada do jeito que tinha ficado após o terremoto. Todas as ruínas, os prédios, as casas destruídas e objetos que foram largados para trás.

Terremoto

Entrada da cidade.


E a gente lá. Passeando. Pois é. Se eu soubesse como seria de fato, provavelmente não teria ido. Se bem que acho que foi o único jeito de realmente entender como eles vêem a morte. E mesmo assim acho que ainda não entendi direito.
Na cabeça deles, as ruínas são um sinal de esperança. Sei lá de onde que eles tiraram isso. Mas é o que eles acham. E eles vão manter intactas as ruínas de um terremoto que matou mais de 60 mil pessoas, deixou mais de 350 mil machucados e outros 20 mil ainda desaparecidos. Isso mesmo: onde a gente estava tinha corpos embaixo, de milhares de pessoas que não foram achadas nos destroços.
Escolinha

Escola infantil em meio aos destroços.


Além disso, as ruínas serão usadas para estudo de engenharia, para saber qual o impacto causado nos prédios. Isso e outras coisas mais que eles acham que podem aprender com aquilo lá.
E fica ainda mais estranho. A cidade é completamente deserta, abandonada. Parece mesmo uma cidade fantasma. Só ficam por lá alguns policiais e funcionários que vigiam a ruína e auxiliam os “turistas”. E os vendedores. Tem banquinhas de vendedores lá. Umas seis ou mais bancas. E o que eles vendem? DVDs do dia do terremoto. É, pois é. E ficam passando isso lá o tempo todo, relembrando todo o fato. E as pessoas compram esse DVD e levam pra casa. Eu achei bizarro. Isso foi uma coisa que eu não consegui entender de maneira alguma.
DVD

Venda de DVDs.


Mas é isso. No mais, vou colocar o restante das fotos no flickr. Vale a pena ver, pra quem tiver curiosidade.

Anúncios
Published in: on 14/04/2010 at 7:52  Comments (6)  
Tags: , ,

The URI to TrackBack this entry is: https://jusantana.wordpress.com/2010/04/14/han-wang/trackback/

RSS feed for comments on this post.

6 ComentáriosDeixe um comentário

  1. Como existem culturas diferentes nesse mundo, né!? Imagina.. A sensação que dá é que eles nem procuraram seus mortos pra não tocar no lugar!! Provavelmente, se algum dia eu for a China, esse é um lugar que eu não vou querer conhecer!!!

  2. Meninossssss! Mas q coisa hemmm. Você Ju postou aqui sobre a visita às ruinas do terremoto e quando é hoje acordo com a noticia de outro terremoto ai na China. Quase morri de susto. Mas grçs a Deus ta tudo bem com você. beijos

  3. Nossa! Esse está no topo da lista de lugares bizarros para se visitar…

  4. Nossa. A cada dia me surpreendo com a forma de lidar com perdas (morte), a cada cultura e a cada pessoa é de um jeito msm. Mto bom ver que vc tem mostrado todo esse lado dai da China. Bjux

  5. […] Ainda tem muitos guerreiros que não foram restaurados, outros que foram danificados por aquele terremoto de 2008 e teve ainda um general doidão que incendiou o mausoléu do Qin numa revolução ocorrida apenas 5 […]

  6. […] De lugares para oração até museus com peças que foram localizadas em escavações depois do terremoto de 2008. Mas o charme do lugar fica nos detalhes… Lá, no meio de tanto mármore e tanto ouro, […]


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: