A Grande Muralha

Grande Muralha

Todo mundo feliiiz antes da escalada!


Finalmente chegamos à Grande Muralha. Que, diga-se de passagem, é grande mesmo. Gigante e linda. E já fui lá e não volto mais! Brincadeira… Mas é que escalar a Muralha uma vez na vida é o suficiente, acho que não preciso fazer de novo.

Mas como disse o Mao: “aquele que nunca escalou a Grande Muralha não é um homem de verdade”.

Amigo Mao

Olha... Agora sou um homem!


Existem vários pontos onde se pode escalar a Muralha. A seção mais famosa – e mais próxima de Beijing – é Badaling, abarrotado de turistas como se esperaria de uma das sete maravilhas do mundo moderno. E foi para lá que nós fomos.
Fomos ao Hotel Mercure que oferece o serviço de guias turísticos para a Grande Muralha – como lá é longe, compensa pagar o pacote com guia pela carona de ida e volta, o ingresso e ainda tem um almocinho nojento de brinde!
Mas então, pensa um lugar grande. Pensa um lugar alto. Pensa um lugar cansativo. É a Grande Muralha da China. Chegando lá, despachamos a guia com uma americana que estava com a excursão e seguimos nosso caminho. Combinamos um horário de encontrar e deixamos elas para trás (lógico que atrasamos no horário de volta, mas elas também atrasaram então deu tudo certo). Eu e o Breno fomos na frente e mais descansamos do que andamos. Os degraus são irregulares, tem hora que temos degraus de apenas uns 5 cm e em seguida vem um degrau que é preciso apoiar com a mão para conseguir subir. Sendo assim: nada de nojinho. Você vai se sujar, se estrumbicar e não tem nada que você pode fazer quanto a isso. O melhor é levar um lenço para limpar o suor do rosto e lencinhos umidecidos para limpar a mão.
Mônica

A Mônica que me acompanha desde um ano de idade também tá na China.


Mas voltando a escalada: fomos até o topo, que fica a 1015 metros do nível do mar. A vista é linda, não é todo mundo que chega lá em cima, mas compensa. Quase no topo tem uma torre de vigília tomada por vendedores – camisetas, água, coca (eba!), picolé, quadrinhos de mármore com a Muralha entalhada, entre várias outras bugigangas. E tudo que eu conseguia pensar era que aquelas pessoas fazem aquele caminho tortuoso todos os dias para chegar lá em cima e ficar vendendo coisa. Medo!
Quase no topo.

Quase no topo.

Tem mais fotos no flickr, mas eu não consegui colocar legenda nas fotos lá (para variar, problemas na internet).
E hoje estamos de saída para Xangai. Semana que vem uma nova viagem e novas aventuras aqui.
Muita saudade de todos no Brasil!

Anúncios
Published in: on 04/06/2010 at 6:37  Comments (2)  
Tags: , , , ,

The URI to TrackBack this entry is: https://jusantana.wordpress.com/2010/06/04/a-grande-muralha/trackback/

RSS feed for comments on this post.

2 ComentáriosDeixe um comentário

  1. Ahhhhhh! Que louco! Já tinham me falado desse problema dos degraus… é uma escalada mesmo!

    Mandei seu convite só nesta semana, porque estava esperando uma lembrancinha ficar pronta pra eu te mandar também! Demora uns 15 dias pra chegar… Espero que chegue direitinho. Me avise, ok?

    Beijo!

  2. Oieeeeeeeeeee!!!
    Então deu certo a viagem pra Xangai??? Que bom!!! A gente tem se desencontrado no Skype né? Eu entro e vc nunca tá… Hoje mesmo tentei entrar, liguei… e nada… saudade!!! Aproveita bastante a ExpoXangai. Vê se acha o Stark lá com a roupa do Homem de Ferro! Rsssss. Bjoooooo. Tí amúúúúúúúúúúúú!!!


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: