Brasil na Copa

Então. Estamos assistindo os jogos do Brasil sim. Só que tudo com narração em Chinês (acho que é melhor isso do que o Galvão, né?). É super engraçado os chineses falando o nome dos brasileiros. O Kaká parece que é chamado de Kága. O Júlio César vira Diúliu Cezáaa e assim vai… Mas com o pouco das aulas de chinês que a gente teve, até que dá para entender uma palavra ou outra…
Aqui os jogos variam de horário. Dia que o jogo é 15h30 aí no Brasil, aqui é 2h30 da madrugada. Aí como aqui em casa tem quarto de hóspede (já tô dando a dica para quem quiser vir visitar, tá?) a Fernanda e o Guilherme dormem aqui quando é assim. E no caso dos jogos 11h aí no Brasil, aqui é 22h. Aí eu e o Breno vamos filar bóia na casa da Fê e do Gui.
Mas isso tudo é só para mostrar uma foto para vocês.
Na sexta-feira passada, dia do jogo BrasilxPortugal, chegamos na casa da nossa amiga Sunny para a aula diária de mandarim. A Sunny é aquela que é casada com o francês que trabalha com os meninos e tem a filhinha mais linda que é mistura de chinês com francês (e depois de passar duas semanas na França, ela tá falando um mooonte de palavra em francês). E, para nossa surpresa, a Lea tava a coisa mais linda do mundo fazendo parte da torcida do Brasil:

Lea torcendo pelo Brasil

Lea torcendo pelo Brasil

Fora isso, queria dividir essa notícia engraçado sobre a China (como se daqui tivesse outra coisa senão notícias engraçadas e bizarras) que o Gump me passou: http://bit.ly/bnRIif

Anúncios
Published in: on 02/07/2010 at 10:46  Comments (2)  
Tags: , , , , ,

Ching Ming

Na segunda-feira, dia 5, foi feriado aqui na China. O Festival de Ching Ming. O dia dos mortos (vulgo “finados”).

Por conta disso, na sexta-feira teve uma apresentação de 800 crianças em homenagem ao dia (se bem que, na China, 800 pessoas é quase que uma festa de família). A apresentação foi em frente ao templo Zhong Gu Lou.

Templo Zhong Gu Lou

SIm, nós subimos toda essa escada!

A Jean (nome em chinês: XiaoGu) é secretária do escritório onde os meninos trabalham e a filha dela participou. Aí ela convidou eu e a Fernanda para irmos ver, conhecer e nos “enturmar”.

Engraçado que chegando lá, nós laowais (palavras que eles usam pra estrangeiros) fomos mais atração que as crianças. Aliás, aqui nós somos atração em todos os lugares. O povo fica olhando a gente como se fôssemos ETs.

Chinesinhas!

A gente era atração das crianças.

Mas voltando à apresentação… É uma fofura! E como criança é criança em qualquer lugar do mundo, foi uma bagunça!
Eles não paravam quietos no lugar, queria ir correndo pro colo dos pais, queriam ir ao banheiro (fila do balde, foto abaixo)…
E é muita gente!!! Mas muita gente mesmo!!! Pensa 800 crianças. Cada uma com 2 pais e 4 avós. Fez a conta? Aproximadamente 5600 pessoas. Mais a gente e outros curiosos, professoras, tios corujas, primos… Pois é. Um gostinho do que é a China.

Vários chineses!

Chinês pra dar, vender e ainda sobra!


fila do balde

Fila do balde. Preciso falar mais nada.

Mais fotos no flickr!

Published in: on 07/04/2010 at 6:57  Comments (5)  
Tags: , , ,