Roma, A Cidade Eterna.

Enfim, chegamos em Roma. E, apesar de Milão ser a cidade da moda, eu me apaixonei de verdade foi por Roma. Tudo lá é lindo, grandioso e maravilhoso!
O primeiro lugar que fomos foi a Fontana di Trevi. Depois de assistir ao filme Elsa e Fred e relembrar o La Dolce Vita era um dos lugares que eu mais queria conhecer! E acho que foi um dos meus lugares favoritos de Roma…

Fontana di Trevi

Fontana di Trevi


Romance na Fontana di Trevi

Romance na Fontana di Trevi


Depois seguimos para o Coliseu.
Tudo o que eu conseguia pensar ao olhar para o Coliseu era “como eles contruíram isso em 68 d.C. sem equipamentos?”. É uma contrução gigantesca e maravilhosa.
Coliseu de Roma

Coliseu de Roma


Parte interna do Coliseu.

Parte interna do Coliseu.


Ao lado do Coliseu fica o Arco de Constantino.
Arco de Constantino e Coliseu.

Arco de Constantino e Coliseu.


E, ao lado dessas duas contruções maravilhosas, está o Foro Romano, o principal centro comercial da Roma Imperial.
Foro Romano

Foro Romano


Ainda no mesmo dia fomos visitar o Monumento a Vittorio Emanuele II, localizado na Piazza Venezia.
Monumento a Vittorio Emanuele II.

Monumento a Vittorio Emanuele II.


Saíndo de lá, fomos ao Pantheon, que infelizmente estava em reforma (mas isso não tirou a beleza do lugar).
Frente do Panteão.

Frente do Panteão.

No dia seguinte fomos conhecer um dos lugares mais lindos do mundo: O Vaticano.
Depois de um bom tempo de fila, um chuvisco chato e ter que pagar 5 euros num guarda-chuva chinês que compraria por 1 yuan, conseguimos entrar. E tudo valeu a pena.

Pelos corredores do Vaticano.

Pelos corredores do Vaticano.


E quando eu falo que tudo vale a pena, eu digo tudo mesmo. Porque se teve uma coisa que me fez chorar foi a hora que eu entrei na Capela Sistina.
Nunca achei que eu fosse ser esse tipo de pessoa, sabe? Que se emociona profundamente ao ver uma obra de arte. Mas após tantos anos estudando História da Arte e olhando fotos e mais fotos da Capela, nada se comparou ao fato de estar lá ao vivo. É uma perfeição sem tamanho. Tudo bem que eu fiquei super incomodada com os guardinhas sem educação que ficam lá dentro, gritando o tempo inteiro que não pode tirar foto nem filmar – já que é um lugar sagrado e tals. Mas como eles não respeitavam a regra do “silêncio” no lugar sagrado, a gente também não tem como respeitar muito a regra do “no photo”, né?
Vigiando pra ver se o guarda não vem...!

Vigiando pra ver se o guarda não vem...!


E, como não podia faltar, tem também foto da Criação de Adão.
Criação de Adão

Criação de Adão


De lá fomos conhecer a Basílica de São Pedro, que fica na Piazza San Pietro.
Basilica di San Pietro

Basilica di San Pietro


E lá dentro, mais maravilhas para os olhos. A Basílica é a casa de La Pietà, de Michelangelo. É a única obra de arte que a gente não consegue chegar muito perto (as outras estátuas ficam, literalmente, ao alcance das mãos). Mas isso acontece por causa de um atentado sofrido pela estátua em 1972 – e causou também a “aparição” de um vidro a prova de balas entre o público e a escultura.
La Pietà.

La Pietà.


Tem uma parte da Basílica que só pode entrar se for rezar, participar de missa ou confessar. Como não tava rolando uma missa, eu já tinha rezado em várias outras igrejas no dia anterior e fazia tempo que não me confessava, aproveitei um padre que falava espanhol e tava por ali e fui bater um papo com ele.
Gente phyna confessa é no Vaticano.

Gente phyna confessa é no Vaticano.


Basílica de San Pietro no por-do-sol.

Basílica de San Pietro no por-do-sol.


Fomos ainda no Castelo de Santo Ângelo e ao Tribunal de Justiça Romano.
Castel Sant' Angelo

Castel Sant' Angelo


Piazza dei Tribunali

Piazza dei Tribunali

No terceiro dia visitamos a Piazza di Spagna, lugar onde se concentra as lojas de designers importantes e turistas. E onde fica a Trinità dei Monti, uma das igrejas mais deslumbrantes de Roma.

Trinità dei Monti.

Trinità dei Monti.


De lá, fomos à Piazza della Repubblica, onde fica a Basílica Santa Maria degli Angeli e dei Martiri.
Piazza della Repubblica

Piazza della Repubblica


Fachada da Basílica Santa Maria degli Angeli e dei Martiri.

Fachada da Basílica Santa Maria degli Angeli e dei Martiri.


Essa igreja é fenomenal e tem vários detalhes interessantes que vou deixar para mostrar as fotos no flickr, já que esse post já está gigante. Só vou colocar aqui o “detalhe” do órgão dessa igreja. Gigante como o post.
Detalhezinho.

Detalhezinho.


A última atração foi a igreja de San Pietro in Vincoli. Do lado de fora, a gente não dá nada pela construção. Parece uma igreja meio nada, sabe? Tipo, uma capelinha só e olha lá…
Mas aí você entra e a igreja é toda linda e toda cheia de esculturas maravilhosas. Inclusive é lá que fica o túmulo do Papa Júlio II, feito por Michelangelo. Pois é. Em Roma é assim: você chega em uma contrução pela qual não se dá nada e lá dentro tem uma mega escultura feita por Michelangelo. Incrível!
Mausoléu de Júlio II.

Mausoléu de Júlio II.

E é isso. Ficamos 3 dias em Roma. Isso não é nada se você for pensar o tanto de coisa maravilhosa que tem lá pra se ver. Por isso o tanto de foto no post. Que não é nem metade das fotos que eu queria mostrar. Por isso coloquei todas no orkut, no facebook e no flickr.

Anúncios
Published in: on 06/12/2010 at 22:37  Comments (4)  
Tags: , , , , , , ,